Já faz um ano desde que o proprietário deste gatinho faleceu, mas desde então o pobre não deixou o seu túmulo. Keli Keningau, Java, Indonésia, estava passeando quando escutou o gatinho miando triste, então ela tentou adotá-lo.

Mas não deu certo: no dia seguinte, o gato estava novamente diante do túmulo de seu dono. Ele apenas deixava o local para ir para a casa dos filhos do falecido, que o alimentam.

afligindo-cat-Gasta-year-proprietário-séria-1a

Algumas pessoas que o encontram no local também tentam lhe dar água e comida, mas o gato só quer chafurdar na terra e dormir na sepultura todas as noites.

afligindo-cat-Gasta-year-proprietário-séria-2a

“É muito triste ver o gatinho naquele local. Isso mostra a importância que os animais dão aos seus donos”, disse Keli.

afligindo-cat-Gasta-year-proprietário-séria-4

especialistas em animais dizem que, embora os gatos possam aparecer independentes e indiferentes, às vezes o luto após a morte de seus proprietários pode ser muito real.

afligindo-cat-Gasta-year-proprietário-séria-3ajpg

Os gatos podem sofrer de ansiedade, perder o interesse no resto do mundo e não ligar para os outros. Em alguns casos, eles chegam a ser levados ao veterinário e recebem remédios anti-ansiedade.

ImagensBoredpanda