Esse universo é algo realmente imenso, e com quase certeza, infinito, outra curiosidade sobre ela é os buracos negros, mas peraí, o que são buracos negros? Para que eles servem e o que fazem? Tire todas suas dúvidas sobre isto, agora, aqui, no Super Tela.

O Que São Buracos Negros?

Também conhecidos como buracos de minhoca, buracos negros são objetos celestes imensos (em massa), alguns deles com centenas de vezes a mais do que a massa do Sol, que ocupam um espaço muito pequeno. Seu campo gravitacional é tão intenso que sua velocidade de escape, bate de frente, e ultrapassa a velocidade da luz. Graças a isso, a luz que entra em um buraco negro não pode mais sair, fazendo com que ele não possa mais ser observado pelas técnicas que analisam a luz emitida ou refletida pelos objetos celestes.

Em nenhum momento da história foram vistos pela humanidade, e os estudiosos só sabem que eles existem pelo fato de que a atração que exercem sobre os corpos celestiais. “Não é possível ver ele pelo fato de que é uma região onde a densidade de matéria é tão grande que nem a luz consegue escapar de seu campo gravitacional”, fala o professor Eduardo Serra Cypriano do Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas da Universidade de São Paulo. Então, se não há luz em volta, não é possível enxergar nada.

Acredita-se também, que graças a mecânica quântica, que os buracos de minhoca emitem radiação térmica, igual aos que os corpos negros da termodinâmica a temperaturas finitas. Porém esta temperatura, é inversamente proporcional à massa do buraco negro, de modo que observar a radiação térmica proveniente destes objetos torna-se difícil quando eles possuem massas comparáveis às das estrelas. Buracos negros podem até ser invisíveis, porém a matéria capturada por ele acaba formando uma espécie de espiral chamado disco de acreção, podendo assim, enxerga-lo e ver sua incrível forma.

Buracos Negros Conhecidos Pelo Homem

Alguns buracos negros são um tanto bizarros, monstruosos e até mesmo pequenos, porém de pequeno só seu tamanho pois sua massa é completamente destruidora, veja aqui alguns dos buracos negros mais bizarros conhecidos pelo homem:

5. NGC 4889:

maior buraco negro

a galáxia mais brilhante do aglomerado Coma, considerado o maior buraco negro (conhecido pelo homem) está a cerca de 335 milhões de anos-luz de distância, tem um buraco negro de massa comparável, ou possivelmente maior. O horizonte de eventos desses buracos negros tem cerca de cinco vezes a distância do Sol a Plutão.

4. IGR J17091-3624:

menor buraco negro

O menor buraco negro descoberto até ao momento pelo homem pode ser muito inferior a massa do nosso sol, tendo apenas 1/3 da potência do sol. Isto colocaria esse pequeno monstro, chamado oficialmente IGR J17091-3624, muito perto do limite mínimo teórico necessário para um buraco negro poder ser estável.

3. H1743-322:

buraco negro bala

Os buracos negros são conhecidos por sugar tudo que vier em cima dela, porém os pesquisadores acham que eles também podem cuspir objetos. Astrônomos, uma vez, observaram de um buraco negro chamado H1743-322, que abriga 5 a 10 vezes a massa do Sol e está localizado a cerca de 28.000 anos luz da Terra, revelaram algo bizarro.

2. 3C 273:

buraco negro

Embora as forças gravitacionais dos buracos negros sejam tão poderosos que nem a velocidade luz pode fugir, eles também formam o coração dos quasares, os objetos mais luminosos, mais poderosos do universo. Com os buracos negros supermassivos nos centros de suas galáxias a sugar o gás circundante e a poeira, eles podem cuspir grandes quantidades de energia. O quasar mais brilhante que vemos na faixa visível é 3C 273, que fica a cerca de milhões de anos-luz de distância.

1. ULAS J1120 0641:

buraco negro velho

O mais antigo buraco negro descoberto até hoje, oficialmente conhecido como ULAS J1120 0641, nasceu a cerca de 770 milhões de anos após o Big Bang que provavelmente criou o universo. A idade antiga deste buraco negro, na verdade, coloca alguns problemas aos astrônomos. Este ser brilhante parece ter 2 milhões de vezes a massa do sol. Como os buracos negros normalmente se tornaram tão grandes logo após o Big Bang é difícil de explicar isso.