Nós sempre acreditamos que as pessoas mais criativas, produtivas e eficazes são aqueles que acordam logo com o primeiro raio de sol. Sim, aquelas pessoas que todos os dias fazem um esforço tremendo para se levantarem às 5 ou 6 da manhã para fazerem suas atividades diárias. Mas e se eu lhe dissesse que isso não é inteiramente verdade?

De acordo com uma pesquisa realizada pela Universidade de Madrid, verificou-se que depois de estudar, os estudantes cujas rotinas de sono consistia em dormir e acordar mais tarde quando comparados com os que dormiam mais cedo, apresentavam resultados significativamente maiores de QI e lógica intelectual.

a

A Revista Web, Abc Ciência, publicou um artigo interessante pela Universidade Católica do Sagrado Coração, em Milão, onde 120 homens e mulheres de diferentes idades responderam um questionário.

Nele essas pessoas foram perguntadas se elas se achavam mais produtivas de dia ou durante a noite. De acordo com as suas respostas, elas foram classificados em grupos e foi pedido para realizarem três testes, em que foram medidas a originalidade, capacidade de processamento, fluidez e a flexibilidade de suas respostas. Em todos os testes aqueles que se sentiam melhor durante a noite se saíram melhor.

b

Segundo Marina Giampietro, “As pessoas propensas a ficarem mais tempo acordadas durante a noite superavam consideravelmente aquelas que se levantavam cedo nos testes realizados”.

Então, qual é a chave? Aparentemente, seria aproveitar melhor o nosso tempo de criatividade pois só levantar cedo não significa que você seja mais produtivo.

c

Outra pesquisa, também sugere que esses resultados acontecem pois aqueles que acordam cedo gastam mais energia e acabam ficando mais cansados oque influencia em muito na sua capacidade criativa, pois estes ao terminarem suas atividades ao invés de tentarem ser criativos gastariam seu tempo de pausa descansando.

Os pesquisadores da Universidade de Liège, na Bélgica, mediram o nível de atividade cerebral entre as pessoas que acordavam cedo e tarde durante o dia.

d

As pessoas que se levantavam mais cedo mostraram muito menos atividade em regiões do cérebro relacionadas com a capacidade de prestar atenção e com o relógio interno do corpo. Porém, as duas apresentavam o mesmo nível de produtividade em todas as outras regiões do cérebro.

Com base nestes estudos podemos concluir que não importa necessariamente o horário em que você acorde, mas sim como você gerencia o seu tempo para criar e “melhorar” a sua capacidade de aprendizado com o seu cérebro. E nesse caso quem acorda cedo parecesse deixar um pouco a desejar!

Gostou do post? Não esqueça de compartilhar com seus amigos!

ImagensNotagram