Hoje você vai ler uma história que vai deixar você com o sangue congelado. A última volta da pista deste pequeno motociclista sonhador e gentil vai fazer um nó na sua garganta que não será fácil de desfazer. 

Seu nome era Marco Scaravelli, uma criança de 6 anos que seus pais amavam mais que tudo neste mundo. Seus pais sempre quiseram o melhor para ele, ele queria aprender coisas novas, mas não era um menino comum como todos; ele era alguém extraordinário. Marco mostrou sua paixão pela velocidade muito jovem, seu pai gostava de acelerar quando andava na estrada e ele amava as montanhas-russas em parques de diversões; de modo que seu pai pensou em trazê-lo para praticar nos carrinhos do parque.

1

Ele comprou sua pequena motocicleta, equipamento de proteção e foi praticar. Marco rapidamente mostrou um talento natural, atingia velocidades na pista que ninguém mais poderia, na sua idade, fazia as curvas com grande habilidade, não era nervoso e não tinha medo de acelerar. Enquanto as outras crianças faziam os circuitos em 1:45:00, Marco conseguia em 1:30:00. Marco era a promessa do motociclismo em seu país. 

2

Em 19 de julho, a pior tragédia aconteceu, ele sofreu um acidente vítima da falta de atenção de seu pai. Marco tinha acabado de terminar suas voltas de prática e voltava com seu pai para parabenizá-lo pelo seu bom desempenho. Marco desligou a moto e arrastou suas mãos a poucos metros, mas seu pai disse que ele precisava trazer a moto para um local com sombra. Marco foi para a moto e seu pai puxou a corrente para puxá-la mas não notou que, quando puxou a corrente, Marco foi arremessado em uma grade de aço a 60km/h e mesmo utilizando todos os equipamentos do proteção sofreu várias lesões no crânio.

3

 No hospital, Marco permaneceu um guerreiro, lutou durante 7 dias em coma e havia várias ocasiões em que Marco demonstrava realmente estar lutando por sua vida, porque ele queria voltar à pista e cumprir seu sonho. Marco morreu no sétimo dia de luta. Mas a morte de Marco não terminou com sua gentileza e vontade de ajudar os outros; Marco disse antes de se tornar um motociclista que ele queria ser um doador de órgãos, para que eles pudessem extrair os órgãos necessários para salvar a vida de 20 crianças. Seu pai deixou uma mensagem triste nas redes sociais e hoje, ela está viajando ao redor do mundo: 

4

“Marco começou com apenas 6 anos. Ele viveu pouco tempo, mas viveu com muita intensidade. Nós o educamos da melhor maneira que podiamos, sempre oferecíamos para ele a esperança de realizar seus sonhos; e, embora o nosso filho já tenha nos deixado, ele salvou a vida de muitas crianças. Marco não está mais entre nós, mas sua bondade ainda está em nossos corações. O céu tem um novo anjo”.

ImagensMuevelorico