Alguns símbolos e gestos são tão comuns em nosso cotidiano que nem percebemos direito quais são eles, mas você sabia que alguns podem ter um significado surpreendente? Confira:

Símbolo do coração

coração

Essa imagem já foi encontrada há muito tempo em pictogramas da última idade do gelo, para você ter uma ideia, há milhares de anos atrás, entretanto, foi na Idade Média que o símbolo ganhou força, pois uma planta norte-africana era utilizada para controlar a natalidade, isso até ser extinta, sua folha tinha o formato de coração e talvez isso tenha dado a relação do amor com esse símbolo.

Há ainda quem diga que o símbolo deriva da imagem medieval do Sagrado Coração, lançado pela Igreja Católica quando Santa Margarida Maria Alocoque teve uma visão, no século XVII, entretanto, o uso da planta e seu uso até mesmo como impressão em moedas data do, pelo menos, século XVI.

Símbolo da seta

seta

Simbolicamente, a seta representa uma “pegada” grega, e um dedo apontando medieval. Na Grécia, na antiga cidade de Éfeso, a tal pegada pode ser vista indicando a direção de um bordel local, já na Idade Média, o que temos é um dedo indicando o tamanho da impressão a partir do século XII, entretanto, foi só no século XIX que ela começou a sofrer modificações, evoluindo para uma flecha, depois para triângulos e finalmente, no século XX, ela assumiu o símbolo abstrato que conhecemos hoje.

pegada

dedo

Ponto de interrogação

ponto de interrogação

Este possui diversas hipóteses, uma delas diz que ele deriva da palavra latina questio, e era representada pelas letras qo, até evoluir para o que temos hoje. Outra é que ele foi inventado na Corte de Carlos Magnos por Alcuíno de York, na época, século IX, ele era um ponto final com um til em cima e tornou-se amplamente conhecido, existem ainda outras hipóteses, mas essas são as mais aceitas.