Eu aposto que você odeia toda vez que seu filho vai contra alguma ideia ou ordem sua, mas mesmo que pareça algo negativo da sua parte saiba que isso pode ser muito bom para o seu futuro.

Segundo especialistas, isso é fundamental para o seu desenvolvimento como pessoa. O psicólogo Kelly M. Flanagan, disse que a incapacidade de dizer “não” e de definir limites pessoais “é uma das causas mais comuns e insidiosas de sofrimento humano”.

1

O psicólogo Joseph P. Allen, que conduziu um estudo a este respeito na Universidade de Virginia, disse: “Nós dizemos aos pais que eles não devem pensar que ir contra uma ordem sua seja totalmente um incômodo, na realidade isso é mais como um treinamento crítico”.

Quando as crianças contradizem a sua autoridade, eles estão tentando exercer algum controle sobre suas próprias vidas.

2

Pense um pouco, será que não é melhor o seu filho pensar antes de agir quando pedem para ele fazer alguma coisa? Ou será que você prefere que ele siga cegamente as instruções?

Todo mundo quer que seus filhos dominem as habilidades necessárias para lidar com as pressões de grupos ou decisões difíceis que terão de tomar ao longo de suas vidas.

3

No entanto, algumas coisas devem ser analisadas quanto a essa atitude do seu filho como: será que você está ensinando ele a desafiá-lo com respeito? Você definir as expectativas e estabelece um bom exemplo para uma comunicação adequada? você está ajudando ele a compreender e assumir a responsabilidade pelas conseqüências de suas ações?

A capacidade de uma criança debater e pensar sobre suas ações melhora quando você ensina a exercer controle, auto-consciência, respeito, tolerância e calma.

4

É racional que todo pai queira manter um nível mínimo de autoridade, inclusive pela forma como alguns foram criados, no entanto as crianças vêm a este mundo para seguirem o seu próprio caminho, e é importante eles entenderem isso desde cedo e serem independentes com seus próprios pensamentos, sentimentos e idéias.

Para as crianças se tornarem adultos independentes e saudáveis, elas precisam praticar a tomada de decisões para si e entender as consequências dela com a ajuda de seus pais.

ImagensUpsocl