Estalar os dedos é um que hábito muitas pessoas possuem. Há quem faça isso por ansiedade e que acredita que isso provoca uma sensação de relaxamento.

Muitos mitos giram em torto do estalar de dedos. Como por exemplo, que pode provocar artrite ou entortar os mesmos, tornando o hábito um risco. Mas será que isso é mesmo verdade?

estalar-os-dedos54

Segundo Mariano de Jesús Virgen de León, chefe de traumatologia de um hospital no México, este costume só aumenta essa tensão porque derrama na área lubrificante natural, conhecido por líquido sinovial, que existe para evitar que os ossos fiquem travados. Ainda ressalta que as pessoas que estalam os dedos com mais frequência, são as que menos praticam exercícios.

dedos estralados

O estalar de dedos aumenta o espaço entre as articulações, porque os gases que se dissolvem no líquido sinovial formam bolhas. Quando as pequenas bolhas se juntam, elas formam outras ainda maiores que ’explodem’ ao entrar mais líquido nos espaços formados. Para estalar dos dedos corretamente, deve-se fazê-lo 15 minutos após este processo, que é o tempo de que a articulação precisa para voltar ao seu tamanho normal e que os gases precisam para se dissolver no líquido sinovial.

É importante saber que esse movimento é brusco, inconsciente e desequilibrado para nossas articulações, e isso pode provocar não apenas um desgaste, mas também fissuras nos ossos.

dedos

Quanto ao mito relacionado à artrite, durante mais de 60 anos o doutor Donald Unger estalou os dedos da mão esquerda duas vezes ao dia, e nunca o fez na mão direita. Ele examinava suas mãos anualmente e nunca encontrou sinais desta doença degenerativa, nem mesmo na mão ’estalada’.

Ou seja, estalar os dedos é perigoso sim, mas não por causa da artrite ou entortar de dedos.

Fonte: Incrível Club